Posts Tagged ‘amizade’

Como conviver bem com as temidas críticas

ImagemZastros

Ouvir críticas ao comportamento ou ao trabalho é algo que incomoda muito. Há sempre aquela crítica que é direcionada com uma certa dose de “veneno” e que pode, até mesmo, machucar e levar o criticado a uma crise existencial. Por outro lado, há aquelas que servem como um impulso para te ajudar a melhorar.

Mas, como conviver bem com as críticas e aceitá-las? Não há como negar que em algum momento da vida esta pergunta vem à tona. Neste caso, quatro atitudes são essenciais para passar por este momento sem grandes problemas.

Conte até dez: foi criticado em casa, no trabalho ou por amigos? Respire fundo e conte até dez para, então, dar uma resposta. Neste curto tempo você poderá pensar antes de dizer algo que pode virar um desaforo desnecessário.

Avalie a crítica: após contar até dez, reflita sobre cada palavra dita e avalie as suas próprias ações. Dessa forma você não perde tempo com raiva do mundo o dia inteiro.

Identifique o problema e faça bom uso da crítica: em vez de se sentir chateado, aceite a “bronca” e aprimore o seu trabalho, fazendo da crítica uma ferramenta de crescimento pessoal ou profissional.

Defensiva: não fique na defensiva. Ficar de cara fechada ou sem falar com quem te criticou só deixará tudo mais complicado. Resolva o problema, levante e poeira e dê a volta por cima! Encontrar uma solução é a melhor saída.

Anúncios

Cachorros conseguem compreender humanos

 Galileu

De acordo com um novo estudo, cachorros têm a mesma capacidade de compreensão de nossas intenções do que um bebê de seis meses. Para chegar a essa conclusão, pesquisadores da Universidade Eötvös Loránd, na Hungria, analisaram a forma com que os cães reagiam enquanto uma pessoa falava com eles.

Quando os pets olhavam nos olhos de seu interlocutor e esse olhar era retribuído, eles passavam a seguir o olhar da pessoa com os próprios olhos. Isso não acontecia quando não havia contato visual. Segundo os cientistas, isso significa que eles estariam atentos aos sinais que damos de nossas intenções, da mesma forma que um bebê que ainda não sabe falar faz.

A atenção dos cachorros também era maior quando a pessoa falava com ele em um tom de voz mais alto – em outras palavras, com voz de bebê. De acordo com os cientistas, isso acontece porque o cão sabe que, quando você fala desse jeito, está interagindo com ele e, assim, presta mais atenção.

Outro estudo, publicado em 2011, mostrava que os cães normalmente pedem comida para aquelas pessoas que olham para eles do que para aquelas que não estão fazendo contato visual. Ao mesmo tempo, o veterinário especialista em inteligência canina Stanley Coren, estima que um cachorro decore o som e o significado de 165 palavras, o que equivale ao vocabulário de uma criança de dois anos.

%d blogueiros gostam disto: