Posts Tagged ‘eleições 2012’

TSE proíbe campanha no Twitter

Vizion

Por quatro votos a três, o plenário do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) decidiu, na noite desta quinta-feira (15), pela proibição do uso do Twitter com finalidade eleitoral por candidatos antes do dia 06 de julho, data que marca o início da campanha para eleição de prefeitos e vereadores em 2012. A medida, que para alguns pode representar o afastamento de candidatos das redes sociais, é encarada como positiva para incentivar a presença de políticos nas discussões mais aprofundadas sobre a sociedade via web.

“Isso valoriza a presença de políticos no Facebook, Twitter e outras redes sociais com o objetivo de fortalecer os laços com o eleitor, o amadurecimento do debate e muitas outras medidas positivas para os municípios, pois as redes sociais devem ser utilizadas permanentemente, não apenas com a finalidade de pedir votos”, destaca o diretor-executivo da VIZION – Gestão de Negócios Empresariais, Flávio Fraga.

No entendimento do TSE, o Twitter é um meio de comunicação social abrangido pelos artigos 36 e 57-B da Lei das Eleições, que tratam das proibições relativas à propaganda eleitoral antes do período eleitoral. O ministro Ricardo Lewandowski destacou que “os cidadãos, que não estiveram envolvidos no pleito eleitoral, podem se comunicar à vontade. O que não pode é o candidato divulgar a propaganda eleitoral antes da data permitida pela lei”, afirmou.

Caso registrado

O debate veio à tona com o julgamento de uma multa no valor de R$ 5 mil aplicada a Indio da Costa , quando era candidato à vice-presidente da República de José Serra, em 2010. Na época, Indio da Costa respondeu à afirmação de um de seus seguidores de que ser vice não seria fácil com “A responsabilidade é enorme. Mas, conto com seu apoio e com o seu voto. Serra Presidente: o Brasil pode mais”.

O ministro Gilson Dipp ponderou tal entendimento ressaltando que enquanto a TV e o rádio possuem públicos diversificados, no twitter existe uma conversa entre pessoas interessadas e definidas, que não poderia ser tratada sob a legislação eleitoral. O TSE manteve a penalidade e estendeu a proibição para os demais casos, estabelecendo que o pedido de voto ocorra apenas dentro do período de 90 dias da campanha eleitoral.

Twitter aumenta contato entre eleitor e candidato

Para Flávio Fraga, a medida revela a importância das redes sociais nas eleições. “O Twitter que antes era utilizado apenas como palanque, agora é tratado como uma arma poderosa para estabelecer contato maior com o eleitor e massificar a campanha eleitoral”, explica.

Entre os principais exemplos, o diretor-executivo da Vizion cita a campanha de Barack Obama nos Estados Unidos como principal caso de sucesso. “Nos Estados Unidos eles conseguiram mobilizar os eleitores com apoio das mídias sociais, mesmo sem saber a proporção que a web-campanha iria tomar. E o sucesso foi tanto, que não ficou restrito somente à população dos Estados Unidos. O presidente Obama ganhou admiração de pessoas de diversas nacionalidades que utilizam as mídias sociais”, conclui Flávio Fraga.

Anúncios
%d blogueiros gostam disto: